Segurança Cibernética: Tendências e ameaças para 2020

Segurança Cibernética: Tendências e ameaças para 2020

Cyber Security, ou segurança cibernética, é um dos temas mais importantes para o mundo nos dias atuais, e isso não vale apenas para as empresas de tecnologia. Saiba como isso afeta o seu dia a dia e veja o que é tendência para o setor em 2020.

Crimes cibernéticos, cometidos por hackers, são uma grande ameaça para empresas e pessoas. Dados pessoais, bancários e tecnologias estão cada vez mais interligados e, com isso, cada vez mais vulneráveis também.

Em 2016, estimou-se que crimes cibernéticos poderiam custar anualmente US$ 6 trilhões a partir de 2020. Essa previsão estimula o mercado a evitar tais prejuízos, ao mesmo tempo que provoca uma reação por parte dos criminosos.

Vamos listar aqui as previsões do que deve ser feito e das ameaças do setor neste ano.

Ameaças à Segurança na Nuvem

O armazenamento em nuvem é uma das maiores apostas para diminuir a necessidade de armazenamento físico, o que demanda grande investimento em estrutura. Em 2020, é muito provável que veremos as mesmas ameaças a nuvem que temos visto.

Entre elas, podemos citar:

  • Vazamento de dados;
  • APIs inseguras;
  • Ameaças avançadas;
  • Fraudes.

Para combater essas ameaças, empresas de segurança online precisam de uma nova abordagem. É necessário implementar políticas de acesso e verificação cada vez mais sofisticadas e ágeis, capazes de realizar análises em tempo real para diminuir as janelas de tempo onde as falhas de segurança acontecem.

Como os dados em nuvem não tem ligação física aos provedores de segurança, os sistemas de leitura que analisam potenciais falhas precisam de cada vez mais investimento. É função das empresas que oferecem o serviço em nuvem de buscar essa segurança, para justificar a opção pela modalidade.

Foco na Inteligência

O que temos visto até aqui é o avanço na inteligência por parte dos criminosos cibernéticos, que inventam novos métodos e esquemas a uma velocidade alarmante. Este ano deve marcar o combate aos crimes cibernéticos com inteligência preventiva.

É essencial assegurar que as defesas e sistemas de segurança online tenham a vantagem da inovação, colocando cada vez mais obstáculos a frente daqueles que conduzem as ameaças.

Gestão Colaborativa

A gestão das empresas devem estar cada vez mais alinhadas a equipes internas e serviços externos de segurança. A ideia é promover uma evolução em programas de cibersegurança, desenvolvendo indicadores e acompanhando de maneira ativa os dados coletados no setor.

Quando os acionistas e gestores se envolvem na questão, eles têm a capacidade de estimular e respaldar a compreensão das ameaças e prevenção dos ataques.

Falta investimento em talento

Infelizmente, uma grande ameaça à segurança cibernética é a falta de investimento na formação de talentos, profissionais certificados na implementação de sistemas de defesa. Mesmo que grandes centros acadêmicos tenham investido no ramo, ainda é possível observar que há uma defasagem entre a capacidade de formação e a demanda.

Vulnerabilidade da IoT

IoT, a Internet das Coisas, é um grande avanço tecnológico, capaz de abrir uma infinita gama de possibilidades a sua implementação na rotina de pessoas e empresas. Contudo, toda essa conectividade está exposta a ameaças, uma vez que cada ponto de conexão serve de ponto de entrada para criminosos.

Para garantir a segurança do usuário e o avanço dessa tecnologia, é preciso investir em sistemas que permitam a conectividade sem deixar todo o sistema vulnerável.  É preciso que as aplicações contem com verificações constantes, sem prejudicar a fluidez e praticidade, afinal de contas este é o foco da IoT.

Em resumo, a tendência para 2020 é aumentar a inteligência preventiva e formar profissionais capazes de desenvolver e implementar constantemente novas tecnologias de segurança cibernética.

Para podermos explorar todo o potencial da IoT, Nuvem e comércio globalizado, as empresas precisam estar à frente daqueles que ameaçam e exploram as vulnerabilidades de tais tecnologias.

" class="prev-article">Artigo Anterior

administrator

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *